quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Mais humanos, mais conscientes

Conheça a história de duas mulheres que vem vencendo a AIDS e concretizando sonhos:

Marta Fernandes, ativista e portadora do vírus, está grávida e feliz ao lado do marido, esperando a chegada do primeiro filho, que nascerá saudável. Acompanhá-la na reportagem do Dr. Drauzio Varella a descobrir que terá uma menina é emocionante.

O teste do HIV é obrigatório no pré-natal. No passado, a transmissão do vírus da mãe para o bebê ocorria em mais de 20% dos casos. Hoje, com o tratamento correto, praticamente não há riscos.

Micaela Cyrino, ativista da rede nacional de jovens HIV/AIDS, não teve a mesma sorte do bebê de Marta, pois nasceu numa época em que ainda pouco se podia fazer pelos portadores, mas tornou-se um "símbolo da luta contra a AIDS. Adquiriu o vírus no nascimento, não conheceu o pai e a mãe morreu quando ela ainda era muito pequena." Cresceu rodeada da discriminação que sofrem as crianças portadoras, cujos amigos se afastavam e evitavam brincar com ela a pedido dos pais. Viu seus amiguinhos, também portadores, morrerem por não tomarem medicação. Apesar da tristeza e discriminação, Micaela continuou, arrumou força para si e para quem mais precisar. E tem sonhos de casar, ter filhos. "Três, no mínimo", diz ela. Filhos que nascerão saudáveis e viverão num mundo que ela luta para que seja melhor!

Nesta reportagem, a equipe do Fantástico procurou durante 5 meses por uma mulher portadora do vírus que aceitasse expor seu rosto e sua condição na TV. Marta Fernandes foi a única que aceitou. Isso porque os portadores ainda tem muito medo da reação da sociedade. O Dr. Dráuzio pergunta: até quando seremos tão maldosos e ignorantes?

Assista ao video e conheça a emocionante história dessas moças que tanto lutam pela vida e por uma sociedade mais igualitária, consciente e humana.



Matéria exibida no Fantástico, em 30/01/2011


0 comentários: